Caro Internauta,

Além de muitos textos ligados à Doutrina Espírita você encontrará vários outros sobre assuntos bíblicos. Deixamos claro que a nossa intenção não é ofender a quem quer que seja; apenas nos preocupamos em defender o Espiritismo dos ataques dos detratores que, embora queiram que respeitemos a sua opção religiosa, não têm essa mesma atitude em relação à dos outros. Para nós, todas as religiões são uma espécie de canal que nos faz ser melhores, como seres humanos e espíritos imortais.

Cumpre-nos advertir aos que não suportam críticas à Bíblia que não leiam nossos textos, para não ficarem indignados. Afirmamos que não temos nenhuma intenção de desmerecê-la; porém, há que se separar o joio do trigo. Aos que se aventurarem a lê-los, desejamos bom proveito dos nossos estudos.

É importante deixar bem claro que nossa bandeira é idêntica à de Kardec:

"Quando trato de maneira geral as questões levantadas por algum adversário, não é para convencê-lo, a isto não me prendo de nenhum modo, e ainda menos para fazê-lo renunciar à sua crença, que respeito quando é sincera, é unicamente para a instrução dos Espíritas, e porque ali encontro um ponto para desenvolver ou para esclarecer. Refuto os princípios e não os indivíduos; os princípios ficam, e os indivíduos desaparecem; é por isso que pouco me inquieto com as personalidades que talvez amanhã não serão mais e das quais não se falará mais, qualquer que seja a importância que procuram se dar". (KARDEC, RE 1863, p. 219).

Mensagem

 

Não somos daqueles que atiram pedras aos que não pensam como nós. (Allan Kardec)

Como antes de tudo procuramos a verdade, e não temos a pretensão de sermos infalíveis, quando ocorre que nos enganamos, não hesitamos em reconhecê-lo. Não conhecemos nada mais tolo do que obstinar-se sobre uma opinião errônea. (Allan Kardec) 

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim. (Chico Xavier).  

Quando todos os homens compreenderem tudo o que encerram as palavras amor e caridade, não haverá mais sobre a Terra nem soldados nem inimigos, nela não haverá mais do que irmãos; não haverá mais os olhares irritados e ferozes, não haverá senão frontes inclinadas para Deus! (Allan Kardec). 

O ateu, o descrente, o materialista tem todo o direito de não acreditar em nada. Deus mesmo lhes dá esse direito. Mas é de extrema arrogância desqualificar a crença da maioria da humanidade, como ilusão, alienação, ignorância... Significa isso dizer que eles, e apenas eles, têm lucidez suficiente para encarar a realidade. O resto dos pobres mortais se ilude, se engana, vive no desvario, porque não é suficientemente forte, como diria Nietzsche, para enfrentar o nada e a falta de sentido. (Dora Incontri). 

O que importa não é a religião de alguém, pois isso é fácil, basta filiar-se a uma disponível no "mercado". O grande lance é ter uma religiosidade profunda, pois aí, sim, meu amigo, você será capaz de respeitar o direito do outro em seguir o caminho que ele achar melhor para si, como, obviamente, você quer, advoga, e até "briga" para ter esse mesmo direito. Tudo se resume em: "Tudo o que você deseja que os outros façam a você, faça você também a eles". (Jesus) (Paulo Neto).

 

 

Contador de Visitas

16066
HojeHoje5
OntemOntem8
Essa SemanaEssa Semana15
Esse MêsEsse Mês112
TodosTodos16066

Newsletter

Receba os novos artigos em seu e-mail

Meu Mestre

Quem está Online

Temos 12 visitantes e Nenhum membro online